June 4, 2006

Tomar

Posted in featured on Flickr!, horeca, up close & personal at 8:27 pm by Ana

Ontem fomos a Tomar visitar o meu avô que foi internado esta semana no hospital daquela cidade. Já conhecia Tomar de outras viagens, nomeadamente de uma das que fiz com o Bruno (ai que saudades!…). Esta serviu para me lembrar o quão agradável é aquele sítio.

Rua na zona antiga, com vista para o castelo

Vista para o parque na outra margem do Rio Nabão

E como passei também pela zona mais nova da cidade, alarguei o conhecimento que tinha dela. É bonita, agradável, está bem cuidada. Não passei por nenhuma zona que achasse feia ou com um aspecto mais "manhoso". Há movimento de pessoas e carros mas apenas o suficiente para dar a sensação de alguma agitação e movimento, sem se tornar muito confuso, barulhento ou desagradável. Passeia-se bem na rua, há muitos sítios para nos sentarmos. Vêem-se muitos putos, adolescentes, nas ruas. Gostei do feeling da cidade.

O hospital fica um bocado no meio do nada, mas perto do centro. Por fora não é nada de especial, o costume, blocos com buracos. Mas por dentro era bonito, tudo estava em condições, bem cuidado, a funcionar. Todas as pessoas com quem contactei (na cafetaria, na recepção, os seguranças, e as enfermeiras) foram muito simpáticas.ūüôā A zona circundante de Tomar é verde. É uma zona bonita.

Antes de regressarmos a Lisboa jantámos num restaurante de comida italiana. Chama-se "O Siciliano" e fica no extremo Nascente da zona mais antiga, e do Parque, mesmo em frente ao Minipreço.

O Siciliano (1)O Siciliano (2)

Recomendo-o porque o sítio é bonito, a luz é suave, o serviço é eficiente e as pessoas são muito simpáticas. Além disso (e muito importante!), tem salas separadas para fumadores e não-fumadores. Fomos atendidos por uma rapariga baixinha de cabelo loiro curto que foi muito simpática, sorridente e solícita. A dona do sítio (pareceu-me) também nos serviu e também ela foi muito simpática. A comida em si (1 pizza) era boa, embora nada de extraordinário. A minha recomendação deve-se principalmente ao factor humano. É tão raro encontrar serviços onde as pessoas demonstrem amabilidade e simpatia…

A cidade é quase plana. Vimos muita gente de bicicleta.ūüôā Acho que quero ir viver para lá.ūüėČ

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: