September 12, 2006

O princípio do resto da minha vida

Posted in empreendedorismo, up close & personal at 7:04 pm by Ana

Hoje fiz a coisa mais autónoma, de maior responsabilidade e mais importante da minha vida (logo a seguir ao começar a namorar com o Bruno, claro).

Algo que espero me venha a permitir:

  • fazer algo que verdadeiramente me entusiasma e me dá prazer
  • investir o meu tempo, trabalho e empenho numa causa social em que acredito e num projecto com retorno visível
  • alcançar a minha independência económica
  • ter poder para fazer as coisas à minha maneira e aplicar as minhas ideias, criatividade e valores
  • ser autónoma, gerir o meu tempo e os meus projectos, trabalhar onde, quando e com quem quero
  • não desempenhar funções monótonas ad eternum, viajar, ver lugares e ideias novas, organizar coisas, estar ao ar livre

Hoje, criei a minha primeira empresa. Agora eu e o Bruno já nos podemos tratar por “ei, sócio!”, lol!

Fomos tratar de tudo através da Empresa na Hora num Centro de Formalidades de Empresas em Lisboa e o processo demorou apenas 3 horas (embora a senhora tenha dito que esta semana têm tido menos afluência que o normal). Não tivémos que escolher um nome da lista porque já tinhamos pedido (online) (e visto aprovado) o certificado de admissibilidade para o nome e objecto social da empresa. Foi tudo rápido e ficou tudo tratado. O que falta pode-se fazer online. Hurray para o Simplex!🙂 Claro que enquanto esperávamos espalhámos mais uns CDs do UBUNTU, eheheheh!😉

CDs do UBUNTU no CFE da Bordalo Pinheiro

Temos imensas ideias e projectos a que nos gostariamos de dedicar, mas vamos fazer isto com muita calma e ponderação. Não temos pressas, isto está a começar ainda e por uns tempos será apenas uma actividade paralela secundária. No início tinhamos pensado nisto simplesmente para ser sempre uma actividade paralela, mas a ideia cresceu e agora temos sonhos maiores. Não estamos a prever (nem a tentar :-P) enriquecer à custa disto, mas se nos pagar as contas e nos der mais gozo aos nossos dias valerá sempre a pena.🙂 Cada vez tenho mais noção da importância de ter um trabalho adequado a nós e que nos satisfaça. Passamos a maior parte do nosso tempo e da nossa vida a trabalhar. É bom que seja em algo em que acreditemos, que nos dê prazer fazer, e onde vejamos o nosso esforço dar frutos palpáveis e ser reconhecido.

Há pessoas que podem passar bem com um trabalho de que não gostam, desde que o que está à volta (família, lazer, hobbies, etc) preencha o vazio e compense o resto. Eu não sou assim. Eu sou muito work-oriented. Os meus interesses são muito “utilitários”. Eu preciso de estar a fazer coisas de algum modo úteis para alguma coisa. É isso que me dá gozo, que me realiza. “Construir” algo. Este blog é a manifestação mais óbvia disto. Os meus posts são sempre com tendências informativas. O número de posts mais pessoais e sobre divagações mais filosóficas (que adoro escrever também) são mais raros. Aliás, cada vez mais raros, mesmo! Nota-se isso na transição do blog no Spaces para este. Muitas vezes sinto falta de escrever sobre as minhas teorias, emoções e impressões mais pessoais do mundo e das coisas. Mas geralmente essa escrita exige-me mais tempo e mais “cabeça”, algo que não abunda ao longo da semana de trabalho…😦

Estou mesmo entusiamada com este projecto! É o melhor 3 em 1: auto-sustentar-me economicamente + trabalhar numa paixão + poder investir o meu tempo em algo que realmente ajuda a mudar o mundo!😀 Querem melhor rentabilidade do tempo de cada um?

Acho que nunca estive tão contente e tão entusiasmada com um projecto, e simultaneamente tão ansiosa e assustada. Tenho medo de não ser capaz de resolver os problemas, de levar as coisas a bom-porto, de encontrar os filhos-da-puta deste mundo e ser enganada, abusada ou roubada, de not deliver.

No entanto, apesar dos receios, sinto que é isto que eu quero fazer, que é isto que eu tenho que fazer. Problemas tenho-os tido e resolvi-os, tenho superado as fases más, os contratempos, o desânimo, o desalento, os imbecis e os sacanas (categorias às vezes overlapping…) com quem tive que lidar e que me lixaram a vida e o juízo. Fiz (bom, estou quase, espero!) esta porcaria de curso até ao fim ao longo de muitos anos de solidão num local e com pessoas a que nunca senti the feeling of belonging. E fiz tudo so-zi-nha. Estudei e trabalhei por minha conta, e não tive abébias de colegas, nem nunca fui infiel aos meus princípios e aos meus valores. Conseguir isso, ficar com uma nota minimamente razoável e ainda não ter ido parar ao sofá do psiquiatra ou à ala dos malucos num hospital, já é um grande feito para mim.😛

Talvez a idade e o acumular de experiências ainda sirvam para alguma coisa além das rugas. Tenho que aprender a confiar mais em mim, e nas minhas características mais marcadas, pois têm-me valido bem até agora. Felizmente tenho um namorado 7 estrelas que me dá injecções de confiança regulares.😉

Tenho, finalmente, pela frente um caminho (ou pelo menos uma direcção) que eu escolhi totalmente e que me entusiasma, e tenho ao lado a pessoa certa para o percorrer comigo. Eu adoro viagens, e estou na melhor em paisagem e companhia.🙂

At least today, life looks good. 🙂

12 Comments »

  1. bluey said,

    ^_^

    ‘Se bem. Tu dominas a “cena” sócia!😀

    *

  2. Hugo said,

    esse negócio é em que área? partilha com a malta

  3. Ana said,

    Quando as Cenas estiverem um pouco mais encaminhadas e com uma cara aceitável para mostrar ao mundo logo faço as devidas apresentações. Até lá prefiro guardar a discrição.😉

  4. Vtrain said,

    Nao quero ser agoirento mas informem-se bem sobre impostos e sobre a colega mínima. O Durão Barroso enquanto PM implementou essa enormidade. Pagar impostos mesmo num ano sem rendimentos ou com prejuizos.
    Se eu descobrir que não tenho essa treta… acho que também vou criar uma empresa🙂
    V.

  5. Ana said,

    Deves estar a falar do Regime Simplificado, no qual pagas impostos mesmo se não tiveres rendimentos. Nós ficámos noutro escalão. A mãe do Bruno é uma TOC por isso temos um bom apoio na parte da contabilidade/fiscalidade, é mais fácil não nos metermos em alhadas.🙂

    Depois convida-me para a inauguração da tua.😉

  6. Vtrain said,

    Exacto existe coleta mínima no caso de se estar no Regime Simplicado. No outro regime em que é necessário um técnico oficial de contas sai ainda mais caro porque quando me informei ter um TOC custa mais de 50€/mes … o que também é incomportável se estas a lançar uma empresa pequenita. Bom, voces estão bem com esse pequeno truque😉
    Vtrain

  7. spca said,

    Bonne chance!

    Bjs

  8. LOL! Tu és demais😉 Não te conheço, apenas de frequentar o teu cantinho, mas identifico-me muito contigo e força para a frente com o novo projecto porque és daquelas pessoas que merece todo o carinho do mundo😉

  9. Ana said,

    Ena! Obrigada, invisiblegirl!🙂

    E obrigada, Sérgio.🙂

  10. ultravioleta said,

    olá Ana!
    já não me lembro como cheguei aqui😛 mas já estive a ler bastantes entradas do teu blog🙂

    também sou de QA, mas acabei o curso em 2000, deves ter entrado mais ou menos nessa altura, não? Acho que não nos devemos conhecer nem de vista.

    Muito bem essa da empresa, é isso mesmo! eu também tenho esse projecto embora ainda muito, mas mesmo muito, crú… e neste momento como não estou em Portugal lá vai ficando em águas de bacalhau. Mas fico contente por ver alguém com tanta vontade de inovar :))

    Também tenho uns cd’s de ubuntu (que já tratei de distribuir🙂 ) mas no meu próprio pc não consigo instalar porque tenho um pc marado e como sou um bocado info-challenged tenho medo de fazer asneira. Nem o liveCD consigo usar😦 Tenho mesmo pena porque gosto muito da filosofia do projecto ubuntu e gostava de experimentar trabalhar em linux. De qq modo, não desisto, hei-de conseguir instalá-lo!

    Agora vivo em Amesterdão, city of bikes🙂 Aqui anda mesmo tudo de bicicleta e isso sente-se na qualidade do ar e de vida. Ias gostar🙂

    bem, isto já um bocadinho vai longo…

    fica bem e boa sorte com o estágio (relatório?)

    helena

  11. Ana said,

    Olá Helena.🙂

    Pois, eu entrei em 1999/2000, provavelmente não nos cruzámos muitas vezes…

    Espero que o teu próprio projecto empresarial também acabe por sair dessas águas de bacalhau.🙂

    Pena não conseguires instalar o ubuntu no teu PC.😦 Não tens nenhum amigo(a) mais geek que te possa dar uma mãozinha? Bom, continua a tentar, boa sorte!🙂

    Ai, Amesterdão… que inveja!😉 Dá umas voltinhas de bicicleta por mim, eheheh!😉

    Cheers!

    Ana

  12. Parabens pela vossa iniciativa!!

    É assim mesmo.

    Também estou envolvido em vários projectos empreendedores.

    Fazer o que se gosta é fundamental!

    A vaga de empreendedorismo está a aumentar cada vez mais e Portugal bem precisa de jovens cheios de ideias!

    Desejo-vos o maior sucesso possivel.

    Cumprimentos


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: