August 17, 2006

Estádio de futebol ‘eco’

Posted in eco-techie-habitat at 11:11 am by Ana

Há imensas maneiras de construir um estádio de forma inteligente, sustentável económica e ambientalmente. O uso e gestão da água e da energia é de fulcral importância.

No Reino Unido foi construído “o primeiro estádio de futebol sustentável”, em Kent.

Estádio

Dois lagos ao lado permitem armazenar água da chuva para alimentar a rega do relvado, nomeadamente em períodos de seca, sem recorrer à rede pública. Os lagos tornarão o estádio auto-suficiente, serão um motivo de embelezamento e atrairão vida selvagem local.

Como o estádio é pequeno os arquitectos puderam usar materiais sustentáveis, como madeira de fontes renováveis. Painéis solares e boa insulação contribuem para a eficiência energética global.

[via treehugger]

Advertisements

August 16, 2006

Luz natural em qualquer lado

Posted in eco-techie-habitat, produtos at 9:31 am by Ana

Hoje descobri uns produtos muito inovadores para iluminação. 🙂 Não sei o custo que ainda implicam, mas o conceito está excelente. São sistemas que captam a luz solar no exterior e a distribuem, por fibra óptica, por toda a casa. Assim temos luz natural em qualquer lugar!

Parans

Além de ser mais barato (sol é grátis), mais “verde” (não gastamos electricidade nem outro combustível), é mais saudável e mais natural, porque permite reproduzir a normal variação de luminosidade no exterior dentro de casa.

Sunlight-direct

O mais perto disto que eu conhecia era um sistema que vi num filme, em que uma série de buracos numa pirâmide ou algo similar coordenados com espelhos estrategicamente colocados conseguiam iluminar tudo com a luz do sol. Não sei se aquilo era só ficção, mas desde essa altura que penso que deve ser possível desenhar uma casa com um esquema parecido. 😛

Também há produtos que permitem conjugar a luz natural com a artificial (p.e. à noite!).

Zeno

Os produtos a que me refiro podem ser vistos aqui: Parans, Sunlight-direct, Luceplan (procurar por “Zeno”).

[via inhabitat]

August 15, 2006

Casas de palha são seguras face a risco de incêndio

Posted in eco-techie-habitat, educação & formação, eventos & Cia at 11:20 am by Ana

Lembram-se de eu falar de casas de palha? Pois bem, agora a construção em palha passou num teste de incêndio. 🙂

Foi criada recentemente uma mailing-list sobre este tema, a strawbale, e cujas mensagens podem ser lidas no arquivo, inclusive a do anúncio do teste de incêndio.

O treehugger sugeriu também um livro sobre construção em terra e palha, o Buildings of Earth and Straw: Structural Design for Rammed Earth and Straw Bale Architecture, by Bruce King.

De 23 de Setembro a 1 de Outubro deste ano decorrerá a International Straw Bale Building Conference, em Ontário no Canadá, organizada pela Ontario Straw Bale Buiding Coalition. Ainda não há ninguém de Portugal. 😛 Na agenda deste evento há três áreas: dono-construtor, profissionais do design/construção, ‘networking’ e educação.

Parece que há também um curso de certificação em construção sustentável, nomeadamente em palha, ministrado na Universidade de Fleming, em Haliburton, Ontário (ver álbum de fotos aqui).

Sustainable Building Design and Construction class

P.S.: Em vez de cereais também se pode usar Cannabis (um material bastante polivalente, sabiam? :-)).

August 9, 2006

Bons exemplos vindos da Irlanda

Posted in ambiente, eco-techie-habitat, notícias, política at 9:09 pm by Ana

O governo da Irlanda do Norte propôs-se alterar os regulamentos da construção para tornar obrigatório para todos os novos edifícios construídos a partir de 2008 o uso de energias renováveis. Isto aplicar-se-á a todas as casas, edifícios empresariais e públicos, tornando a micro-geração, tal como painéis solares para aquecer água, painéis solares fotovoltaicos nos telhados para gerar electricidade ou pequenas turbinas eólicas, obrigatórios. O programa oferecerá subsídios de até 50% do custo de instalação deste tipo de sistemas a 4000 lares.

[Via Treehugger]

Porque não cá também? A iniciativa de tornar obrigatório a pré-instalação de painés solares térmicos já é bom, mas podia ser melhor. De que têm medo, se no final é melhor para a carteira, para o ambiente e para a conveniência (um pouco de independência energética é sempre um bónus!).

Esta semana apanhei um programa qualquer turístico (português) sobre a Irlanda, e fiquei com muita vontade de lá ir. Pelos belíssimos e gigantescos parques e jardins, e pela juventude: 45% da população tem menos de 25 anos! 🙂 Inédito nesta Europa envelhecida. Jovens e instruídos, suponho, ou não fosse a educação o milagre irlandês…

July 17, 2006

Munições

Posted in eco-techie-habitat, imprensa, up close & personal at 11:05 pm by Ana

Hoje passei pelo Media Markt e trouxe uma ventoinha. Uma coisa modesta, relativamente silenciosa, e das que consumia menos energia. Tem uma cena fixe, um temporizador. E surprise, surprise!, o stock da loja estava no fim, houve um “assalto” às ventoinhas e as prateleiras estavam vazias. Não sou só eu que vivo numa casa construída por gente com conhecimentos e políticas obsoletas… 😛 A propósito, saiu hoje no Público um artigo sobre os novos regulamentos para a habitação:

Parte 1

Parte 2

De passagem por um hiper para trazer algumas mercearias aproveitei e comprei uma cena para afastar as melgas, um difusor Ezalo ou lá o que é. Vamos a ver se esta noite sou eu que ganho a guerra!

Geralmente evito estes biocidas porque receio que sejam prejudiciais à saúde (minha, as melgas podem morrer todas). Mesmo os repelentes para aplicar no corpo, como o Butix, também fico naquela,… será que isto me faz mal? Mas depois lembro-me de todas as doenças tropicais que as melgas podem transmitir e que com as alterações climáticas estão a chegar cá… Bom, vamos a ver se isto resulta.

June 4, 2006

“Quiet revolution”

Posted in ambiente, eco-techie-habitat, produtos at 8:53 pm by Ana

Que tal uma turbina para transformar energia eólica que se pode usar facilmente em meio urbano? Existe e chama-se "quiet revolution". É "virtualmente silenciosa e sem vibrações" e como só tem uma parte móvel diminui a manutenção e aumenta a fiabilidade. Dependendo das condições de implantação, pode gerar entre 5000 a 1000 kW-hora por ano. Pode ser usada não-ligada à rede e conectada a baterias.

E tem ainda uma característica potencialmente interessante, pode ser usado como uma espécie de ecrã:

«Unlike other renewable energy sources, quietrevolution is also available in a unique model capable of creating a striking visual display that is part illuminated billboard, part artwork, part renewable energy device.

Light Emitting Diodes (LEDs) embedded in each of its three S-shaped blades fire in sequence as the blades rotate, painting a video screen that appears to hang in the air. This full colour and motion image is clearly visible day and night.»

Pretty cool, uh? 😉

June 2, 2006

“6 Houses of the Future”

Posted in eco-techie-habitat at 10:03 pm by Ana

Cimento, aço, cartão, madeira, vidro ou barro. Pré-fabricadas, ambientalmente sustentáveis, futurísticas na aparência e no uso do espaço doméstico. Check it out here. Mais info (e fotos of the real thing) aqui.

Prefab

Posted in eco-techie-habitat at 8:20 pm by Ana

Casas pré-fabricadas, modulares, são uma alternativa cada vez mais interessante de habitação. Exemplo: Modular3.

Modular3

May 29, 2006

Casa de de palha ‘off the grid’

Posted in eco-techie-habitat at 4:01 pm by Ana

Que tal construir uma casa de 720 m2 com… fardos de palha? Uma casa barata, energeticamente eficiente, e 'off the grid', isto é, não ligada à rede pública de electricidade. Pode ler-se a história aqui.

Exterior da casa e os seus donos

Interior da casa

Antes desta já tinha visto uma outra, e os donos até mantêm um site/blog e tudo. 🙂 "The Straw House Blog", vale MESMO a pena espreitar. 😉

Vista interior

May 25, 2006

“Incentivos pouco verdes”

Posted in eco-techie-habitat, política nacional at 10:35 pm by Ana

Saiu na revista Dinheiro & Direitos n.º 75 (Maio/Junho) um artigo sobre impostos e energias renováveis:

"Incentivos pouco verdes" (2)

Next page