September 15, 2006

“Imigrantes são bom negócio”

Posted in imprensa, política at 1:47 pm by Ana

Na Visão desta semana vem um artigo pequenino em que é dito que algumas prisões privadas americanas estão entre as 10 empresas mais rentáveis, na Bolsa de Nova Iorque. Explicam também que o negócio começou a prosperar desde que o Bush anunciou a sua campanha anti-imigração clandestina que levará para a cadeia 27 mil “sem-papéis”.

Fiquei parva:

  1. não sabia que havia prisões privadas… Isso não devia ser algo apenas reservado ao Estado? Não é preocupante que haja privados a ganhar com ter mais pessoas atrás das grades? Os lobbies deste género, contra os imigrantes, por exemplo…
  2. os EUA têm a maior população prisional do mundo (2,1 milhões de pessoas), o que dá 1 recluso por cada 140 cidadãos “livres”… (!!)

Que raio, faz algum sentido que ponham pessoas na prisão antes de elas cometerem crime algum? Como se pode criminalizar alguém por simplesmente se deslocar na Terra? Quem somos nós para impedir outros de sair de dentro de um conjunto de linhas imaginárias desenhadas no chão? Isto não pode estar certo!! 😦

Advertisements

August 13, 2006

An Atheist Manifesto, by Sam Harris

Posted in política, sociedade, teísmos at 3:40 pm by Ana

Ainda não consegui ler tudo, mas estou a achar excelente. 🙂 Não conhecia este tipo. Já sou fã.

Imagine there’s no heaven.

Sam Harris: the Thruthdig interview

August 9, 2006

Bons exemplos vindos da Irlanda

Posted in ambiente, eco-techie-habitat, notícias, política at 9:09 pm by Ana

O governo da Irlanda do Norte propôs-se alterar os regulamentos da construção para tornar obrigatório para todos os novos edifícios construídos a partir de 2008 o uso de energias renováveis. Isto aplicar-se-á a todas as casas, edifícios empresariais e públicos, tornando a micro-geração, tal como painéis solares para aquecer água, painéis solares fotovoltaicos nos telhados para gerar electricidade ou pequenas turbinas eólicas, obrigatórios. O programa oferecerá subsídios de até 50% do custo de instalação deste tipo de sistemas a 4000 lares.

[Via Treehugger]

Porque não cá também? A iniciativa de tornar obrigatório a pré-instalação de painés solares térmicos já é bom, mas podia ser melhor. De que têm medo, se no final é melhor para a carteira, para o ambiente e para a conveniência (um pouco de independência energética é sempre um bónus!).

Esta semana apanhei um programa qualquer turístico (português) sobre a Irlanda, e fiquei com muita vontade de lá ir. Pelos belíssimos e gigantescos parques e jardins, e pela juventude: 45% da população tem menos de 25 anos! 🙂 Inédito nesta Europa envelhecida. Jovens e instruídos, suponho, ou não fosse a educação o milagre irlandês…

July 19, 2006

Miséria desnecessária

Posted in imprensa, notícias, política, sociedade, teísmos at 8:52 pm by Ana

Haverá guerra mais estúpida do que aquela por motivos religiosos?

Editorial

Tanta coisa má a que as pessoas estão sujeitas, e há países, grupos, a aniquilarem-se mutuamente, a destruirem as pessoas e o património (natural e construído) uns dos outros porque uns e outros acreditam em histórias da carochinha e em contos de fada e fábulas e lendas mitológicas diferentes?!…

Não há dúvida que a espécie humana é a mais irracional à face da Terra. Simultaneamente inteligente, e muito muito muito estúpida. E muito muito muito MUITO má.

July 15, 2006

“A Zapatero o que é de Zapatero”

Posted in imprensa, política at 4:01 pm by Ana

Parte da Crónica “Choque e Pavor”, de Daniel Oliveira, no jornal Expresso de 15/07/2006. Mais ideias no blog Arrastão.

Acerca do Papa e de Zapatero

É sempre bom saber que não estamos sozinhos nas nossas ideias, e melhor ainda quando alguém nos poupa o trabalho de as exprimir assim, de uma forma sucinta, clara and right to the point. 🙂

July 13, 2006

“It’s a series of tubes!”

Posted in humor, política, videos at 9:12 pm by Ana

Lembram-se de eu ter falado acerca da questão da neutralidade da internet? Bom, entretanto há uma piada a correr pela web acerca das ideias de um Senador americano. Já foi referida no Boingboing aqui, aqui e aqui. Agora também temos um video do Jon Stewart a gozar com aquilo. Pode ser visto aqui. 😀

July 9, 2006

Bike 2015 Plan

Posted in mobilidade, política at 4:49 pm by Ana

Chicago continua o trabalho em prol de uma cidade mais equilibrada. Vale a pena fazer o download e dar uma olhadela ao documento aqui. O site oficial do Bike 2015 Plan: City of Chicago é este.

Para mim são óbvios os benefícios de tais políticas. Porque será que as pessoas no poder no nosso país insistem em andar sempre atrasadas? 😦

Bike 2015 Plan

June 11, 2006

Net neutrality

Posted in movimentos, notícias, política, videos at 11:44 am by Ana

O Bruno falou-me desta questão há uns dias.

Click here

Para saber do que se trata pode-se começar por ver este video, que é bastante esclarecedor, e já agora também este, e explorar um pouco este site: Save the Internet, nomeadamente as F.A.Q..

(Tentando traduzir do site) este movimento defende a liberdade na internet. " Neutralidade da Rede" — a Primeira Emenda da Internet — assegura que o público pode ver o mais pequeno blog tão facilmente quanto o maior site empresarial ao prevenir que companhias de internet como a AT&T optimizem o campo de jogo apenas para os sites que paguem mais.

Para quem não compreende inglês, vou tentar explicar o que o primeiro video mostra.

Neste momento é o utilizador que decide quais os conteúdos que vê na internet. Eu ligo-me à net, abro o browser e vejo os sites que quiser. Isto é possível devido à neutralidade da internet, que previne que o meu ISP (por exemplo a Netcabo) me bloqueie o acesso àqueles sites.

Agora imaginemos que eu vou ao site do Google e faço uma pesquisa qualquer, mas apercebo-me que o site corre extremamente lentamente ou, pior, nem sequer carrega. Depois de muito desesperar decido ir a um outro motor de pesquisa (por exemplo o Yahoo) para encontrar aquilo que procuro. Sem a neutralidade da internet este cenário poderia tornar-se muito (demasiado) comum. O meu ISP, a companhia que opera a minha ligação física à internet pode decidir degradar a minha ligação a um site como o Google ou até bloquear-me o acesso completamente. Porque haveria o meu ISP de fazer isto? Bom, talvez eles tivessem assinado um acordo exclusivo com a empresa de um outro motor de busca. Assim, seria do interesse desse ISP dirigir a minha atenção para o site dessa outra empresa.

Outro cenário seria o de degradar o serviço numa aplicação de VoIP (Voice over IP) para algum tempo depois mudarmos para uma outra empresa, por exemplo a deles (do próprio ISP).

Se o meu ISP tiver interesses financeiros nos conteúdos de determinado site/empresa ele terá um incentivo para degradar o serviço de acesso aos conteúdos de outras empresas.

Estes cenários não só são possíveis como já ocorreram. E vão continuar a ocorrer enquanto os princípios básicos da neutralidade da internet não forem obrigatórios por lei. Infelizmente o pessoal no Congresso americano não acha a neutralidade na internet uma questão suficientemente importante para pôr na Lei.

A última notícia não foi boa:

«O voto do Congresso americano, no passado dia 8, contra uma emenda que tornaria a neutralidade da internet obrigatória é o resultado de um enxame de grupos de pressão e de uma campanha multimilionária nos media por parte de companhias telefónicas que querem que o Congresso lhes atribua o controlo da internet.

A luta agora muda-se para o Senado, onde há um apoio bi-partidário mais forte para uma lei – apresentada pelos Senadores Olympia Snowe (R-Maine) e Byron Dorgan (D-North Dakota) – que protegeria a nossa liberdade na internet da AT&T, da Verizon e da BellSouth.»

[tentativa minha de tradução do texto deles]

May 29, 2006

“Homens à esquerda”

Posted in ciência, mulheres, política, sociedade at 3:43 pm by Ana

Também na Única deste sábado, um artigo sobre um estudo interessante acerca da correlação entre número de filhas e opções políticas de voto por parte dos homens. 🙂

Parte 1Parte 2

O exemplo sueco

Posted in ambiente, imprensa, política at 3:40 pm by Ana

Mais no Expresso… 😛 A Suécia prevê ficar independente do petróleo daqui a 14 anos. Nós nem por isso…

Emancipação sueca em 2020

Next page