August 13, 2006

An Atheist Manifesto, by Sam Harris

Posted in política, sociedade, teísmos at 3:40 pm by Ana

Ainda não consegui ler tudo, mas estou a achar excelente. 🙂 Não conhecia este tipo. Já sou fã.

Imagine there’s no heaven.

Sam Harris: the Thruthdig interview

Advertisements

August 5, 2006

Misérias humanas

Posted in sociedade, teísmos at 12:12 am by Ana

Esta semana numa conversa de almoço, a R. contou-nos que, no Porto, foi voluntária numa Aldeia S.O.S.. São casas onde vivem crianças a cargo de uma “mãe” contratada. Recentemente li uma notícia qualquer a propósito destas casas onde referiam que as “mães” iniciais estavam a entrar na reforma e por isso procuravam-se novas “mães”.

Bom, ela contou-me que deixou de fazer lá voluntariado porque não conseguia simplesmente ignorar e abstrair-se do facto de as crianças serem maltratadas pela “mãe”. Disse que as miúdas andavam negras, que levavam porrada até com o cabo do chuveiro!!… Isto de uma senhora super-religiosa (deve ser mais uma apologista do spanking). Os coitados dos putos não podiam ver TV ou ouvir música, a única coisa que se tocava em casa era o rádio, com missa non-stop… Fez queixa, mas o Director não fez nada. Não sabe se elas ganham bem ou mal, mas aquilo é um trabalho a tempo inteiro. As “mães” não têm fins-de-semana, folgas nem férias!! Assim também eu dava em maluca!… Claro que o Director não vai fazer nada se fazer alguma coisa implicar a “mãe” abandonar o seu cargo…

Quando primeiro ouvi falar deste projecto das “mães”, há uns anos atrás, achei uma ideia boa, muito melhor que viver numa instituição. Mas não era isto que tinha em mente… Se não fizerem as coisas como deve de ser, será simplesmente mais uma modalidade de abuso e abandono. As “mães” têm que ser bem pagas e ter direito a vida pessoal! E os abusos têm que ser vigiados e punidos!

Com tanta gente a querer adoptar crianças, porque têm estas que viver estas vidas tão degradantes?…

Prós católicos & Cia faz mais sentido uma criança viver assim, sem pai, com uma mãe esgotada e abusiva, sem amor, atenção nem liberdade, do que viver numa família com dois homens, ou duas mulheres, ou só com um progenitor. Que gente sádica.

July 24, 2006

Uns fatos de banho à maneira…

Posted in humor, insólito, mulheres, produtos, teísmos at 11:07 pm by Ana

Para pessoas com graves doenças de pele ou deformações físicas. Ou para pessoas com deformações intelectuais/psíquicas, como os religiosos.

Wholesome Wear

Bom para quem se quer afogar, ajuda a puxar para baixo.

Corte e padrões modernos e bonitos para qualquer bom cristão.

Não tão bom como uma burqa, mas há que dar tempo ao tempo.

Para aqueles que acham o corpo um pecado. Mas só o das mulheres, claro. Não há modelos para homens. Já se sabe que as mulheres não sentem luxúria. Só a despertam. Por isso há que as esconder.

A história aqui. O site dos fabricantes aqui.

July 22, 2006

O Café do Senhor

Posted in featured on Flickr!, imprensa, insólito, notícias, teísmos at 11:14 pm by Ana

O primeiro café do género na Península Ibérica, abriu na Amora, Seixal.

Um “café cristão“. E o que é isso, perguntam vocês. É um sítio onde se pode ir à missa, ler a bíblia e estar com outros “cristãos”. Uma espécie de Igreja privada, um chill out para crentes.

Não se pode fumar (louvável), não se vende álcool (pensava que isso era com os islâmicos), não se pode jogar (não especificam a quê, será que o jogo do galo passa?), não há jornais sobre as mesas mas apenas bíblias (não se esqueçam que ler jornais e navegar na web é pecado) e a decoração é “espartana”. A mim parece-me um sítio meeeeeeeesmo apelativo (not!).

Isto até seria preocupante, se não fosse tão simplesmente risível.

Supostamente, a iniciativa visa 2 propósitos: angariar receitas para um projecto de ajuda a toxicodependentes e evangelização. É impressão minha ou a Igreja Católica não faz obra social nenhuma que não esteja associada a uma campanha de “evangelização” e conversão? “Estás com fome? Toma lá comida. E agora abraças o catolicismo, ceeeerto?“. Não me parece muito desinteressado ou abnegado.

Se a religião e o catolicismo é uma cena assim tão boa, porque têm tanto trabalho a vendê-la e impingi-la aos outros? As coisas boas pegam por elas próprias depois de as pessoas tomarem contacto com elas. Ou não?

O Café do Senhor - Parte 1O Café do Senhor - Parte 2

O Café do Senhor - Parte 3O Café do Senhor - Parte 4

O site deles condiz com o resto…

July 19, 2006

Miséria desnecessária

Posted in imprensa, notícias, política, sociedade, teísmos at 8:52 pm by Ana

Haverá guerra mais estúpida do que aquela por motivos religiosos?

Editorial

Tanta coisa má a que as pessoas estão sujeitas, e há países, grupos, a aniquilarem-se mutuamente, a destruirem as pessoas e o património (natural e construído) uns dos outros porque uns e outros acreditam em histórias da carochinha e em contos de fada e fábulas e lendas mitológicas diferentes?!…

Não há dúvida que a espécie humana é a mais irracional à face da Terra. Simultaneamente inteligente, e muito muito muito estúpida. E muito muito muito MUITO má.

July 11, 2006

“Como um ateu vê um crente”

Posted in teísmos at 9:05 pm by Ana

Adorei o último post no Diário Ateísta. 🙂 Subscrevo inteiramente!

(2)(1)

May 2, 2006

A guerra dos mundos

Posted in mulheres, política, sociedade, teísmos at 10:34 am by Ana

Uma entrevista a Ayaan Hirsi Ali, a deputada holandesa-somali que trabalhou com Theo van Gogh [assassinado há cerca de 1 ano] num filme sobre as mulheres e o Islão está disponível no site do Expresso. Pode ser lida aqui.

«A reforma islâmica virá da Europa

(…)

GV:Como lida com essas ameaças?

A.H.A.: Nasci num país muito pobre, a Somália, onde nunca soube o que era liberdade de opinião. Continuo a achar extraordinário poder dizer o que penso e o que sinto. Além disso, o facto de o meu governo me proteger dá-me força. Em qualquer país muçulmano, eu seria decapitada por aquilo que tenho dito: na Somália, no Paquistão, na Arábia Saudita e até na própria Jordânia.

(…)

GV: Porque é que tantos muçulmanos que vivem na Europa parecem ter desprezo pela Europa?

A.H.A.: Na América, é-se americano desde que se lá entra. Na Europa, a maioria dos imigrantes quer sempre regressar à sua terra natal. Em consequência, são sempre acolhidos como meros «visitantes» nas suas novas sociedades. Se uma pessoa não se defende sozinha na América, se não ganha o seu dinheiro, está literalmente morto e fracassará. Na Europa, o estado social distribuiu dinheiro generosamente, deixando os imigrantes num estado de espírito passivo. O seu «modo de ser diferente» é encorajado pelos sacerdotes islâmicos importados, que lhes dizem que não têm nada de comum com os infiéis.» (…)

April 28, 2006

Como é que eu não pensei nisso antes?!

Posted in humor, teísmos at 6:59 pm by Ana

Vejam só, meus caros amigos, afinal a prova definitiva da existência de "Deus" reside… na banana. Irónico, não? 😛 Só mesmo o Bruno para encontrar estas pérolas! 😉

Podem avaliar por vós mesmos! Toda a verdade AQUI. Enjoy!

Budha banana

April 22, 2006

“Compreensão lenta”

Posted in política, teísmos at 11:20 am by Ana

Encontrei este artigo no DN de dia 20/04/2006 e achei interessante… Um excerto:

«(…) Mesmo assim, o dia 11 de Março de 2004 ficará na História como aquele em que um grupo terrorista islâmico quis ter e teve um efeito directo e determinante no resultado de umas eleições na Europa ocidental.

O auto de acusação do juiz contém mais informação interessante. Por exemplo, que os autores do atentado foram claramente movidos pelo espírito da jihad (ou guerra santa), neste caso concreto ainda mais legitimado pela ideia corrente no Islão de que a Espanha (e Portugal) correspondem ao Al-Andalus (o nome dado à Península Ibérica pelos ocupantes muçulmanos entre o séc. VIII e o séc. XV), uma terra roubada ao Islão pelo cristianismo e que para ele deveria ser reconquistada. Não se pense que esta relíquia intelectual é própria apenas dos jihadistas do 11 de Março. Os outros jihadistas também a invocam – Ayman al-Zawahiri, o lugar-tenente de Ben Laden, já o fez -, mas, mais interessante ainda, o mesmo fizeram personagens supostamente moderadas, como o Rei de Marrocos. Porque, na verdade, o tema não é lateral no Islão, estando associado a uma suposta profecia de Maomé (registada num hadith), segundo a qual o Islão viria um dia a reinar na Península Ibérica. Coisa que já fez, precisamente entre os séc. VIII e XV. Agora trata-se de recuperar esse "paraíso perdido".(…)»

Era mesmo só o que nos faltava…

April 14, 2006

March of the Penguins & Inteligent Design

Posted in ciência, teísmos at 3:17 pm by Ana

Há uns dias (semanas?) li esta crónica numa revista na biblioteca central da FCUL. Gostei e por isso acho que devo partilhá-la. Enjoy!

The trials of life

P.S.: Achei muita piada ao pinguim no lugar do homem no desenho do da Vinci! 😉 O texto está disponível aqui mas não tem a figura da edição impressa

Next page